https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/5273921c996da229994538af2817e576.jpg

HC PREVENTIVO

Rumores de prisão fazem oficial da PM “escapar” de operação do Gaeco

Alair Ribeiro/Midianews

O advogado criminalista Ricardo Monteiro, que patrocina a defesa do Tenente-Coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola, conseguiu junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) um HC preventivo para evitar que seu cliente fosse preso na manhã desta quarta-feira (21), em Sinop, em operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco.

A agilidade do defensor se deu por conta de conversas de bastidores que vinham alimentando o risco de prisão do oficial.

“Tinha conversa, nas últimas duas semanas, e vinha crescendo, neste sentindo, de que iria acontecer a prisão de alguns militares, e entre eles estavam Paccola. Por isso entramos com HC no plantão”, disse em entrevista ao VG Notícias.

O pedido de liberdade preventiva foi feito na noite desta terça-feira (20), e saiu a decisão liminar por volta das 2h30 desta quarta-feira, dia da operação.

 “Essa conversa vinha crescendo e vinha se tornando insustentável, mesmo sendo verdade ou não. Ontem estava insustentável mesmo, hoje acabou confirmando”, disse o advogado ao VG Notícias.

Paccola e mais outros três oficiais são investigados pelo Gaeco por adulteração e armas dentro da Superintendência de Apoio e Logístico e Patrimônio (SALP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 21 de agosto de 2019 às 14:57:33
  • 21 de agosto de 2019 às 14:56:15