VOLTA AO TRABALHOS

AL deve votar contas de ex-governador e LOA após fim de ano

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

Os deputados estaduais de Mato Grosso realizam sessão na terça-feira (07), quarta-feira (08) e quinta-feira (09) para votar matérias pendentes e limpar a pauta. Deve entrar em votação a Lei Orçamentária Anual e contas do ex-governador Pedro Taques (PSDB).

A votação da Lei Orçamentária Anual do estado, não foi concluída em dezembro porque o governo não encaminhou um substitutivo a tempo e, por isso, a votação ficou para janeiro.

Outra prioridade é votar o relatório de contas do último ano de gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB).

Um pedido de vista do deputado estadual Valdir Barrando (PT), concedido pelo presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), levou a apreciação e votação das contas do ex-governador Pedro Taques (PSDB), referentes ao exercício de 2018, para 2020.

As contas do ex-governador foram rejeitadas na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa, por dois votos a um. A relatora do processo, deputada Janaina Riva (MDB), disse que o parecer da comissão foi altamente técnico.

A parlamentar criticou o fato de o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) ter aprovado as contas do ex-governador que, segundo ela, está repleta de irregularidades.

Já o deputado Wilson Santos (PSDB), que foi líder de Taques na Assembleia e secretário de Cidades, defendeu a aprovação das contas do ex-governador e citou parecer do Tribunal de Contas.

Segundo a assessoria da Assembleia Legislativa, nenhum deputado vai receber a mais por trabalhar em janeiro, além do salário deles.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *