https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/07/WhatsApp-Image-2020-07-13-at-13.57.46.jpeg

VEJA O VÍDEO

Adolescente que atirou na amiga treina tiro esportivo há 3 anos

Pai e filha de 14 anos, envolvidos na morte acidental de adolescente também de 14 anos, que levou um tiro, noite deste domingo (12), no condomínio residencial Alphaville 1, em Cuiabá, praticam aulas de tiro esportivos. O pai da jovem, o empresário Marcelo Cestari, acompanhava a filha nas aulas e competições.

Informações dão conta que eles praticam essa modalidade  há pelo menos 3 anos. Não há detalhes ainda sobre o contexto do acidente, como ou o porquê da adolescente que atirou estar com a arma.

A informação foi confirmada pelo presidente da Federação de Tiro de Mato Grosso (FTMT), Fernando Raphael, que lamentou o episódio envolvendo a garota.

De acordo com ele, o pai da adolescente prestou depoimento na delegacia e posteriormente foi liberado. Um inquérito será instaurado pela Polícia Civil para investigar o caso.

 Na casa onde eles moram, a Polícia encontrou sete armas, todas devidamente registradas.

Em um vídeo nas redes sociais, a menina aparece em um estande praticando tiro ao alvo.  Ela participou do 1º Torneio Intermunicipal (CTECV) de tiro na categoria Hangdung- Light, que foi realizado em Campo Verde (MT).

Veja o vídeo

O caso

Uma adolescente, de 14 anos, identificada como Isabeli Guimarães Ramos, morreu enquanto a amiga brincava com uma arma na noite deste domingo (12), em um condomínio de luxo, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá. A tragédia aconteceu em uma casa, na rua Catais, no condomínio Alphaville 1.

Segundo informações, a jovem morreu na hora ao levar um tiro na cabeça dado por engano, enquanto a amiga manuseava a arma dos pais dentro da residência. Policiais militares e civis foram acionados no local para colher dados da ocorrência.

Leia a nota da FTMT:

“Senhores, bom dia.

Sobre o fato envolvendo a família do Marcelo CESTARI. 

Ocorreu um Incidente onde teve como vítima DUAS crianças de 14 anos de idade, onde  uma veio a óbito e outra irá carregar esse trauma pelo resto da vida. 

Temos duas famílias dilaceradas nesse momento.

A FTMT esteve presente no local na hora do acontecido, todos os fatos já foram devidamente esclarecidos para autoridade policial. 

Não existe especulações, ou qualquer outro fato que não esteja devidamente relatado no boletim de ocorrência. 

Estive acompanhando o Marcelo que prestou os esclarecimentos e está de volta para casa para dar suporte a sua filha. 

Palpiteiros de coisa alguma; Nadadores de banheira Velejadores de canoa; E principalmente os pseudo atiradores contenham suas emoções ou pelo ao menos respeitem a dor das famílias envolvidas.”

Raphael Fernando, presidente FTMT – Federação de Tiro de Mato Grosso

Veja Mais

7 comentários em “Adolescente que atirou na amiga treina tiro esportivo há 3 anos”

  1. Roberta disse:

    Uma vida se foi. E isso é tudo!?

  2. douglas rondon disse:

    Se ela pratica tiro há mais de 3 anos, sabe muito bem como portar uma arma e verificar se está carregada, ou o seu instruto não ensinou isso, então a qualquer momento ela podia matar um dentro do estaner de tiro.

  3. CELIO disse:

    PAIRAM DUVIDAS SOBRE ESSE ASSUNTO POIS A MENINA TREINAVA TIRO COMO FOI DISPARAR ACIDENTALMENTE

  4. Clarice disse:

    Nossos pêsames às duas famílias !
    Não somos nada neste mundo , tão pouco temos direito de julgar .
    Que o senhor fortaleça o coração dessa mãe que perdeu a filha e desses país que continuam com sua filha viva com esse trauma cravado em sua mente .
    Meus pêsames à familiares e amigos da vítima

  5. Karla disse:

    Pai E filha?… Redação,socorro.

  6. Karla disse:

    Pai e filha,….. redação excelente, maravilha vocês, tudo para conseguir repercussão.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 14 de julho de 2020 às 11:19:09