https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/01/BOTELHO.jpg

COMBATE AO CORONA

Botelho não concorda com o decreto Estadual na íntegra

Mauricio Barbant/ ALMT

O agora primeiro secretário da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), revelou que concorda em partes, com o novo decreto Estadual, elaborado pela equipe do governador Mauro Mendes (DEM). Ele disse que algumas medidas tinham sim que serem tomadas, mas, também, que ficar abrindo e fechando os estabelecimentos comercias toda hora, não é uma boa ideia.

“Eu acho que alguma coisa precisava ser feita, mas não dá também, para nós ficarmos toda hora paralisando e voltando o comércio que já está muito ruim. Nós temos que apurar agora a vacinação, precisa correr atrás da vacina que é a única solução para acabar com essa pandemia”, disse Botelho.

Mesmo ainda desconfiado, que as medidas de Mauro podem ou não dar certo, o primeiro secretário disse para confiar na decisão tomada pelo poder Executivo Estadual. “O Governo apresentou por que têm estudos, tem técnicos lá que estudou e pesquisou, então, a gente tem neste memento, acreditar que está certo”.

É evidente para o parlamentar que toda medida que for tomada nesse momento em que estamos com superlotação e vivendo praticamente um colapso na saúde, é importante, inclusive o distanciamento. Ele disse também que as multas aprovadas na ALMT, elas são mais psicológicas.

“Eu acho que essas multas, elas são mais psicológicas, por que na verdade, ninguém vai sair multando aí, mas ela é importante para ter a necessidade de cumpri-las (as medidas). Era uma condição, os outros Estados quase todos fizeram isso para tentar diminuir o movimento de pessoas nas ruas. Principalmente para quem faz festas clandestinas, para boates que ficam abertas até de madrugadas, então eu acho que nesses casos tem sim que ser aplicado multas”, finalizou o democrata.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de março de 2021 às 11:11:34
  • 3 de março de 2021 às 20:17:07