https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/11/generica-pris-o-presos-cadeia-cela.jpg

64 METROS DE FIOS

Autores de furtos de fiação elétrica são presos em flagrante em VG

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

Reprodução

Dois criminosos envolvidos em furtos de fiação elétrica foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (01.03), durante diligências dos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

Os suspeitos contumazes na prática desse tipo de crime foram autuados em flagrante por furto majorado pelo repouso noturno e qualificado pelo rompimento de obstáculo.

As diligências iniciaram após o proprietário de um supermercado em Várzea Grande procurar a Derf-VG para comunicar o furto da fiação do seu estabelecimento. Segundo as informações, ao chegar para trabalhar no período da manhã, a vítima percebeu o sistema de energia elétrica desligado, sendo furtados 64 metros de fios, dijuntores, caixas polifásicas e outros itens.

Em análise das câmeras de segurança, a própria vítima reconheceu os autores do furto os como sendo dois moradores de rua e usuários de drogas conhecidos pela prática de furtos na região. Depois de sair da delegacia, a vítima localizou os suspeitos em via pública, que foram detidos com a ajuda de populares.

Durante conversa com os policiais da Derf-VG, os suspeitos confessaram a autoria do furto, relatando que já haviam descascado e derretido quase toda a fiação elétrica furtada. A outra parte da fiação furtada foi recuperada em um matagal, na região central de Várzea Grande, porém como já estava descascado não tinha mais serventia para a vítima.

Os suspeitos foram conduzidos à delegacia onde após serem formalmente interrogados, foi lavrado o flagrante.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes de Souza, o furto praticado pelo suspeito causou um prejuízo de mais de R$ 3 mil para as vítimas, pois além dos materiais elétricos, mão de obra, a dono do supermercado também teve que descartar diversos produtos das seções de açougue, frios e laticínios.

“Os suspeitos são contumazes na prática desse tipo de crime e são investigados pela atuação em, pelo menos, outros dois furtos na região, além de possivelmente estarem envolvidos em outros furtos que não foram registrados pelas vítimas”, disse a delegada.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *